UTI's NEUROCOR: Ou 100% ou nada, diz nota


A direção do Hospital Neurocor emitiu nota afirmando o seu empenho em entregar para a população de Porto Seguro uma UTI - Unidade de Terapia Intensiva  devidamente equipada para o combate à Covid-19.  Mas esclarece que a disponibilização dessa unidade só se dará quando tudo estiver 100%, seja na parte estrutural, seja no que toca aos recursos  humanos e serviços como ECG, Raio-X, Banco de Sangue e Ultrassom, além de servicos de amparo para hemodiálise e Laboratório 24h.

Muito louvável, mas a nota não inclui uma previsão de entrega.

Cabe lembrar que estamos em guerra, que vidas estão se perdendo e que o compromisso de entregar 10 leitos de UTI para atender à demanda dessa região, que compreende 8 municípios, na data prevista é também do hospital.

Não podemos perder mais tempo, mais nenhuma empresa, mais nenhum emprego.  Não podemos perder mais ninguém.

Pra não falar no Turismo - sua principal fonte de renda - e atividades relacionadas ao setor, que dependem desses 10 leitos pra voltar a fucionar plenamente.

Cabem também algumas perguntas:

-As obras de ampliação ou reforma foram por conta do Neurocor?

- Os 10 leitos de UTI equipados, com respirador, foram  cedidos para uso durante a pandemia ou doados ao hospital?

- O compromisso na data de entrega da unidade foi solidário (já que o hospital aceitou o contrato) e o Neurocor precisa cumprir a sua parte. A nota pública emitida pela empresa diz apenas que só entrega a unidade  quando a obra estiver 100% concluida, com todos os serviços agregados funcionando (ECG, Raio-X, Banco de Sangue, Ultrassom, amparo para hemodiálise e e laboratório 24h), sem estabelecer uma data. 

Quanto tempo mais isso vai levar ?

Postar um comentário

0 Comentários