TRE-BA mantém decisão do juiz da 121ª Zona Eleitoral, Rogério Barbosa, que barra candidatura de Agnelo; ele recorre no TSE

Na sessão de terça-feira (27/10), os desembargadores mantiveram, por 4 a 3, a decisão do juiz da 121ª Zona Eleitoral, Rogério Barbosa.

É o registro da candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, o prefeito Agnelo Santos (PSD), que concorre à reeleição no município de Santa Cruz Cabrália, viaja para Brasília para tentar reverter a decisão no TSE.

Em um vídeo postado em rede social, o prefeito declara discordar da decisão.

“Fui surpreendido por essa decisão arbitrária do TRE. Estou viajando para Brasília para tentar reverter essa falha jurídica no TSE”, disse Agnelo.

Uma declaração surpreendente, fiante do fato de que Agnelo Santos já tem condenação em segunda instância por ato de improbidade administrativa e é um dos alvos da Operação Fraternos, junto com a sua irmã, a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira e o seu cunhado, o prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira. Eles são acusados de usar empresas de familiares para simular licitações e desviar dinheiro de contratos públicos que,  segundo a Polícia Federal, somam 200 milhões.

Veja a integra do Acordao:





Postar um comentário

0 Comentários