LIVE DE QUINTA: Prefeitura de Eunápolis apresenta ações dos primeiros 28 dias de governo

Prefeita e secretariado falaram sobre nova gestão.


A prefeita Cordélia Torres reuniu-se na noite desta quinta-feira com todo o secretariado numa live que aconteceu na sala de reuniões da Prefeitura de Eunápolis. 

Durante o evento, boas notícias e claros indicativos de uma gestão técnica, profissional e transparente. 

A prefeita Cordélia Torres disse que Eunápolis era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada. "Não se constrói uma casa do teto para o chão e  reconstruir é muito mais difícil do que construir". 

Inicialmente, secretários e demais membros da gestão apresentaram seus breves históricos profissionais e disponibilidade para atender a população de modo próximo e de forma humanizada. 

Em seguida, foi anunciado o pagamento dos salários de janeiro para os servidores da Educação e a programação para as demais áreas no dia de amanhã, 29. Além disso, 1/3 das férias e vencimentos de dezembro, deixados pela administração passada, já foram quitados. No total, são mais de R$ 6 mi. circulando no comércio da cidade. 

Em seguida, a dinâmica da live apresentou as ações por área. 

Na Administração, recadastramento dos servidores e modernização do sistema para garantir a eficácia da máquina pública, entre outros destaques. No Meio Ambiente, respeito à legalidade e sem obstáculos para os investidores sérios desse país, com condições favoráveis em nome de firmes parcerias para os eunapolitanos. A limpeza da lagoa do Colégio Modelo se inicia amanhã, sexta-feira. Na Agricultura, levantamento de necessidades, visita e reuniões com representantes do setor do agronegócio. As obras na Escola do bairro  Moisés Reis, Casa de Parto Normal, muro dos cemitérios da Sapucaeira e Projeto Maravilha e reforma dos prédios públicos (Unidades Básicas de Saúde e Escolas) exemplificam o trabalho da secretaria de Infraestrutura, bem como Alvará de Construção e Habite-se visam legalizar toda a construção e colocar a cidade em ordem. Procedimentos  inadvertidos, como o parcelamento realizado em dezembro de dívidas do INSS, com vencimento em janeiro de 2021, no montante de R$ 2 mi, que resultaram em dois bloqueios judiciais foram liberados graças ao trabalho da Procuradoria Geral do Município e os advogados Michel Reis e Anna Cajueiro. 

Tratado ainda o impasse com a empresa de ônibus GWG para tentar solucionar a questão do transporte público municipal.  Dívidas da administração anterior não puderam ser pagas justamente pelos bloqueios judiciais. A prefeita, inclusive, sugeriu o parcelamento, mas a companhia não aceitou e, em contrapartida, pediu a quitação de dezembro e antecipação de meses de 2021 a partir de um serviço não prestado, o que inviabiliza o pagamento e também comprometeria as finanças da cidade.

Os espacos voltados para o Esporte, Cultura, Lazer e Juventude estão sendo visitados e mapeadas as necessidades de requalificação. A cidade não tem Conselho Municipal de Cultura há 4 anos e a Casa da Cultura, no Pequi, está abandonada, o que deixa Eunápolis sem identidade cultural e sem valorização do artista local. 

A mudança no horário da coleta de lixo nos bairros e o recolhimento dos resíduos em todas as três feiras no final do dia foram os destaques da pasta Serviços Urbanos, que agora dá tratamento igual nas áreas centrais e periféricas. 

A Saúde prestou conta chamando a atenção do serviço precarizado encontrado, com farmácias desabastecidas, almoxarifado vazio e paralisado atendimento fora do domicílio (TFD). Entre os feitos, reabertura do Centro de Testagem Covid-19, lembrando que os testes rápidos só chegam na próxima semana. 26 pacientes tiveram seus procedimentos cirúrgicos ortopédicos realizados, zerando assim a fila de quem aguardava, internado, desde outubro de 2020. Um verdadeiro marco para a história do município.

Agendamento de mais 12 especialidades, entre elas: neurocirurgia, ortopedia, dermatologia, reumatologia e urologia. A vacinação contra a Covid-19 passa por rigoroso controle, de acordo com disponibilidade de doses e seguindo portaria do Ministério da Saúde.

A Faculdade Pitágoras pretende firmar, por meio de convênios, para o atendimento municipal no Sistema Único de Saúde (SUS), investimentos daquela instituição de ensino superior no valor de R$ 860 mil no Hospital Regional para a estruturação do setor de Obstetrícia, R$ 209 mil para reforma de duas unidades de saúde: Walda Moura e Olímpia Gomes e R$ 156 mil para a reforma do CAPS AD. 

A atual gestão recebeu a Prefeitura com 5,5 mi. de reais de débitos. Em caixa, apenas 1.3 mi. de reais, ficando assim um déficit de 4.2 mi. Esse foi o diagnóstico dado pela secretaria de Finanças. 

Três famílias e três adolescentes acolhidos na estrutura do município, além da visita e mapeamento das necessidades de toda rede de atendimento fizeram parte das ações da Assistência Social.

 

Sobre o aumento do IPTU, exigiu-se da prefeita que se assinasse o decreto, aumentando o valor do imposto, sob pena de não responder por improbidade administrativa. É obrigatório que a correção seja feita pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGPDI), logo não restou outra alternativa no momento, senão seguir a lei. O Município de Eunápolis levará à Câmara Municipal, exercício de 2021 a 2024,  um projeto de lei para aprovar um índice menor e mais justo, mas isso depende da legalidade e do próprio Poder Legislativo. 

Por motivos de saúde, a secretária Cátia Sampaio, da Educação, não pode apresentar suas ações durante a audiência. 

Todas as perguntas formuladas foram sendo respondidas ao longo do encontro, que durou quase 2 horas e foi transmitido pelo Instagram e Facebook. 

A prefeita comentou ainda sobre o processo seletivo.

Para finalizar a live, Cordélia Torres reafirmou seu compromisso com a legalidade e o diálogo com a sociedade e em governar para toda a Eunápolis.


Sucom Prefeitura de Eunápolis

Postar um comentário

0 Comentários