Reunião discute organização de associação de catadores de materiais recicláveis, em Eunápolis

Prefeitura, Defensoria Pública, empresa e catadores avançaram em negociação

Um encontro entre Prefeitura de Eunápolis, por meio da secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Defensoria Pública, Naturalle, empresa que será responsável pelo tratamento de resíduos sólidos, e Associação de Catadores Recicláveis Vida Feliz aconteceu na tarde do último sábado, 06, no Gabinete da Prefeita. Em discussão, os próximos passos para a adesão e cadastro de pessoas, formalização da cooperativa, registrando-a oficialmente na Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), além de procedimentos, contrato com prestadores de serviço e prazos para implantação do sistema. 

Um cadastramento visa regularizar a documentação, contando com os atuais membros e a possibilidade da adesão de novos participantes, de modo a criar uma cooperativa. No prazo de três meses, o município irá disponibilizar um galpão, com espaços distintos no mesmo endereço, que atenderá tanto a Associação de Catadores Vida Feliz quanto a Cooperativa de Trabalho de Catadores de Materiais Recicláveis de Eunápolis (Coonapolis). Antes, a proposta é ter um local provisório de desmame, organizando assim uma central temporária de catadores, que ficará responsável pela separação e organização de todo o material aproveitável entre os grupos de trabalhadores. Os carros seguirão para o aterro sanitário e os caminhões serão destinados para a atuação das pessoas que tiram seu sustento do lixão. Por fim, serão estabelecidos contratos com prestadores de serviço, implantação de políticas públicas e contrapartida da Naturalle, como treinamento em segurança do trabalho, além de campanhas de educação ambiental, alertando sobre a importância do trabalho dessas associações no descarte adequado do lixo. 


O projeto objetiva proporcionar respeito, estar ao lado, garantindo que esses trabalhadores não percam sua única fonte de renda, disse a prefeita Cordélia Torres. “Os catadores terão um olhar diferenciado na gestão”, afirmou. Desde o início da gestão da prefeita Cordélia Torres, o município já vem dialogando com o órgão, no intuito da gente viabilizar condições mais dignas para que os catadores possam aferir a sua renda, saindo do lixão e indo trabalhar num local mais condizente, disse a defensora pública Samira Palaoro.

 

Já os membros da Vida Feliz saíram muito satisfeitos com o resultado da reunião e foram unânimes em confirmar que a reunião foi muito boa. “De agora pra frente nós estamos todos juntos, estamos precisando trabalhar, não podemos ficar parados", comentou o presidente Manuel Santos. 

Sucom – Prefeitura de Eunápolis.

Postar um comentário

0 Comentários